Campanha do Heat deve render prêmio de melhor técnico da NBA à Erik Spoelstra



Gregg Popovich e Mike D’Antoni estão na disputa, mas correm por fora.

A final da NBA já está rolando e o Golden State Warriors até já abriu 2 a 0, como era esperado, mas com a pausa até a quarta-feira, é um bom momento para investir em outros títulos em disputa na principal liga de basquete do mundo. Nós já vimos que o prêmio de MVP está nas mãos de Russell Westbrook e que Saric deve levar o de calouro do ano, e agora chegou a hora de aplicar sua grana no melhor técnico da temporada.

A disputa está acirrada e traz três nomes com trabalhos bem diferentes: Gregg Popovich (San Antonio Spurs), Erik Spoelstra (Miami Heat), e Mike D’Antoni (Houston Rockets). O trio superou técnicos competentes como Brad Stevens (Boston Celtics) e Scott Brooks (Washington Wizards), que ficaram de fora da lista de finalistas para a premiação que ocorre dia 26 de junho.

Efeito Spoelstra

Sem muita enrolação, o palpite para o prêmio é Erik Spoelstra, pagando R$ 3,00 para cada real, de acordo com projeções do Bet365. O técnico que já foi campeão com o Miami Heat, sequer conseguiu levar a franquia para os playoffs, mas fez um trabalho espetacular com a equipe.

Mesmo tendo perdido seu principal jogador – o ala Dwyane Wade foi para o Chicago Bulls – e outras peças importantes como Luol Deng, Joe Johnson e Gerald Green, ele conseguiu montar um time competitivo e que brigou até a última partida pela classificação. Acabou ficando de fora com uma campanha de 41 vitórias e 41 derrotas, mas só o feito já ganhou destaque. Principalmente porque no começo de 2017 conseguiu emplacar 13 triunfos seguidos.

D’Antoni é o grande concorrente

Sem dúvidas que Mike D’Antoni é outro bom nome para o prêmio. Vencedor em 2005, quando comandava o Phoenix Suns, o treinador do Houston Rockets conseguiu a terceira posição da Conferência Oeste, com 55 vitórias e 27 derrotas. Com isso, traz um pouco do feito de cada um dos seus adversários. Ficou em uma alta posição com um bom time, mas que tinha que competir com Los Angeles Clippers, Utah Jazz e Oklahoma City Thunder para chegar entre os quatro melhores – e conseguiu.

Além disso, sua equipe trouxe um dos estilos de jogo mais empolgantes da fase regular. Sendo assim, é um nome a considerar e dá R$ 2,80 por real pelo triunfo. O único fator que pesa contra D’Antoni é que ele contou com James Harden, que acabou decidindo muitas partidas e roubando os holofotes com seus triple-doubles.

Campanhas surpreendentes têm peso

Assim como o MVP, o prêmio de melhor treinador da NBA é decidido através de votação com jornalistas especializados. No entanto, ao contrário da indicação do jogador de destaque, para esta disputa o sucesso é muito comparado à expectativa inicial. Ou seja, uma equipe fraca ou mediana que conseguir fazer uma boa campanha tem um peso maior do que um técnico que estiver em uma das favoritas e ficar na 2ª posição.

O ano passado foi uma das raras exceções, quando Steve Kerr venceu com o seu Golden State Warriors; no entanto, ele fez simplesmente a temporada com maior número de vitórias da história. Porém, o comandante da franquia da Califórnia é um grande exemplo desta tese, pois mesmo tendo a melhor campanha desta edição, sequer chegou entre os finalistas.

Popovich corre por fora

Se levarmos esse critério em consideração, Gregg Popovich corre por fora. O técnico do San Antonio Spurs até é o mais cotado, pagando R$ 2,20 por cada real, mas isso se deve mais ao fato de ter vencido o prêmio em três ocasiões: 2003, 2012 e 2014. Popovich, que está no time desde 1996, é inclusive o recordista da disputa, ao lado de Don Nelson e Pat Riley.

No entanto, vencer 61 das 82 partidas não é algo tão espetacular para uma equipe forte como é a franquia do Texas. Uma prova é que na temporada passada o número foi até melhor, com 67 triunfos. Sendo assim, não é provável que seja escolhido alguém que teve uma queda, mesmo que tenha sido a primeira campanha sem Tim Duncan. Além disso, seu trabalho acaba ficando um pouco ofuscado pelo brilho individual de Kawhi Leonard, que fez uma excelente liga.

Confira as cotações para o prêmio de melhor treinador da NBA

Odds em 05 de maio, segundo projeções do Bet365

  • Greg Popovich (San Antonio Spurs) R$ 2,20
  • Mike D’Antoni (Houston Rockets) R$ 2,80
  • Erik Spoelstra (Miami Heat) R$ 3,00



Source link

Leave a Comment