Duelo interno da equipe Penske na Fórmula Indy pode render 600% no GP de Indianápolis



Atual campeão Simon Pagenaud e australiano Will Power são os favoritos na corrida que antecede a Indy 500

Se você é um daqueles fanáticos por automobilismo, não preciso nem falar que o mês de maio é considerado O MÊS para os fissurados pela modalidade. Enquanto na Fórmula 1 o charmoso GP de Mônaco comanda as rodas de conversas do paddock da categoria, na Fórmula Indy, a chegada da centenária Indy 500 (28 de maio) é o principal destaque, ainda mais com a participação do bicampeão de F-1, Fernando Alonso, na prova. Faltando duas semanas para a principal corrida – em circuito oval – do ano nos Estados Unidos, os pilotos da Indy fazem uma prévia neste sábado (14 de maio) na própria cidade de Indianápolis, em um circuito misto, que será palco da quinta etapa da competição.

Apesar de ainda estar no início – será apenas a quinta de 17 corridas ao longo de 2017 -, as provas anteriores da IndyCar já deram uma boa noção de quem brigará pela ponta. Quem lidera os palpites do campeonato é o francês Simon Pagenaud, atual campeão da categoria, com odds de R$ 2,60 segundo o Bet365. Ele também chega para a prova de logo mais com status de favorito, principalmente, após vencer o Grand Prix de Phoenix – pela primeira vez ele ganhou uma corrida no oval -, ocorrido na semana passada, e assumir a liderança na classificação geral com 159 pontos.

Pagenaud chega para a corrida em Indianápolis buscando a sua décima vitória na carreira, sendo a sua terceira em Indiana. O francês ganhou a prova pela primeira vez em 2014, quando era piloto da Schmidt Peterson, e no ano passado, já pela Penske, marcada por sua arrancada para o título. Será que a história se repete? Se isso acontecer, quem apostar no francês terá rendimento de 600%, uma vez que sua cotação é de R$ 6,00 por cada real investido em relação à vitória no GP.

Penske é a equipe a ser batida

Na tocada do ponteiro Pagenaud, a equipe Penske pode alcançar a terceira vitória consecutiva no autódromo de Indiana. Além da vitória do francês no ano passado, o australiano Will Power já venceu por lá, em 2015. Por falar nele, Power é um dos pilotos que vão brigar pela vitória no GP de logo mais, tendo a cotação de R$ 6,00, a mesma de seu companheiro de equipe. Depois de três incidentes nas primeiras corridas, o campeão da IndyCar de 2014 finalmente conseguiu um resultado expressivo na etapa passada ao finalizar em segundo.

Equilíbrio no ano

Apesar do favoritismo de Pagenaud, vale destacar que a IndyCar conta com total equilíbrio na temporada. Até agora foram quatro corridas e quatro vencedores. Além do francês, Sebastien Bourdais, da Dale Coyne, James Hinchcliffe, da Schmidt Peterson, e Josef Newgarden, também da Penske, receberam a bandeira quadriculada na primeira posição.

Ameaça neozelandês

Scott Dixon pode até não ter vencido uma corrida sequer no ano, mas ele está longe de ser considerado uma zebra na briga pelo título. Pelo contrário, o neozelandês, atual segundo colocado com 141 pontos, corre ao lado de Pagenaud como o principal nome para assegurar o troféu da temporada: odds de R$ 5,00. O diferencial do piloto da Chip Ganassi é que ele possui “anos” de experiência em relação ao rival na competição, o que pode ser fundamental para quando a IndyCar chegar à reta final. Maior vencedor de corridas da história da prova com 40 no total, Dixon é tetracampeão da Indy: 2003, 2008, 2013 e 2015. O currículo dele fala por si só, mas não custa nada lembrar que apenas ele e o próprio líder deste ano são os únicos competidores a terem terminado todas as primeiras quatro corridas no Top 5. Sua cotação é de R$ 7,00 para o GP de Indianápolis.

Jejum brasileiro

Há mais de uma década, Hélio Castroneves é um dos principais nomes do Brasil no automobilismo norte-americano. Três vezes vencedor da Indy 500, o brasileiro convive, por outro lado, com um tabu de nunca ter conquistado um título da Fórmula Indy. Ele já foi vice-campeão em quatro oportunidades (2002, 2008, 2013 e 2014). Para piorar, não vence uma corrida desde 2014. Apesar da “seca”, o brasileiro da Penske segue em alta, já tendo cravado duas poles no ano, e deve mais uma vez brigar pelo Top 3 (odds de R$ 9,00 pela vitória). Hoje, ocupa a sexta posição no geral com 118 pontos.

Outro brasileiro com currículo invejável na Indy, mas que também vive um período de “vagas magras” é Tony Kanaan. Kanaan também não chega em primeiro desde o GP de Fontana, há três anos. Avaliado em R$ 17,00 para ganhar a prova do fim de semana, o piloto da Chip Ganassi é o oitavo na tabela.

Favoritos à vitória no Grand Prix de Indianápolis:

Odds em 11 de maio, segundo o Bet365

  • Simon Pagenaud (FRA) – R$ 6,00
  • Will Power (AUS) – R$ 6,00
  • Scott Dixon (NZL) – R$ 7,00
  • Josef Newgarden (USA) – R$ 7,50
  • Hélio Castroneves (BRA) – R$ 9,00



Source link

Leave a Comment