França e Sérvia Favoritas ao Título da Copa Davis de Tênis



Confira os prognósticos das quartas-de-final e do Brasil na segundona.

Sérvia terá a Espanha pela frente no duelo mais esperado das quartas-de-final, que muitos chamam de final antecipada. França e Estados Unidos tiveram mais sorte e encaram Reino Unido e Austrália, respectivamente. Enquanto isso, o Brasil desafia o Equador pela 2a divisão.

Djokovic Entra; Nadal Sai

O confronto mais esperado desta segunda fase da Copa Davis acontecerá em Belgrado entre Sérvia e Espanha. Novak Djokovic se diz recuperado e foi confirmado no time titular dos donos da casa. O tenista pouco fez em Indian Wells e não disputou o ATP de Miami. Nas últimas três semanas tratou de se curar de uma contusão no cotovelo. O país campeão de 2010 terá ainda Dusan Lajovic, Nenad Zimonjic e Viktor Troicki.

Campeã em 2000, 2004, 2008, 2009 e 2011, os espanhóis terão que engolir não apenas o retorno do astro Djokovic mas também a ausência de Rafael Nadal, que não deu maiores explicações do porquê não viajar ao Leste Europeu. A equipe será formada por Pablo Busta, Albert Ramos-Vinolas, Marcel Granollers e Mac López.

Assim sendo, o Bet365 mostra que a balança pesa a favor dos locais: R$ 1,25 para um, contra R$ 3,97 dos visitantes. O título sérvio está cotado em R$ 4,00 e caso a taça vá para Madri, paga-se R$ 6,00.

Desfalques na França e no Reino Unido

O técnico Yannick Noah lamentou que Gilles Simon não poderá participar do enfrentamento contra o Reino Unido. O atleta foi substituído por Jeremy Chardy, 68o do ranking mundial. O Galo será completo por Lucas Pouille, Nicolas Mahut e Julien Benneteau.

Do lado britânico, a ausência se dá por conta de Andy Murray, que está machucado. Dan Evans, Kyle Edmund, Jamie Murray e Dom Inglot representarão a Rainha para o embate de Rouen.

As partidas serão disputadas no saibro e as estatísticas apontam que os franceses prevalecerão: R$ 12,60 para dez, contra R$ 38,90 dos visitantes. O título mundial tricolor gera R$ 40, metade dos R$ 80 oferecidos ao adversário.

Estados Unidos Preocupados com Nick Kyrgios

A comissão técnica e os atletas norte-americanos estão preocupados com o atleta australiano que tem jogado muito após sua precoce eliminação no Aberto da Austrália, em janeiro. Jim Courier chamou Jack Sock, John Isner, Sam Querrey e Steve Johnson.

Completam o time do país cangurus Jordan Thompson, John Peers e Sam Groth. Apesar de atuar em Brisbane, os visitantes são tidos como prováveis semifinalistas.

Equilíbrio Entre Bélgica e Itália

As duas zebras das quartas-de-final terão que se matar. Apenas uma delas seguirá adiante na competição. Por jogar diante de seus fãs, em Charleroi, os belgas têm um ligeiro favoritismo nesta batalha: R$ 179 para cem, contra R$ 203 da Azzurra. Se o título mundial for parar na terra de Tintim, terá tido a maior recompensa entre os oito sobreviventes no torneio: R$ 1.700.

Tenistas do Equador Usam a Mesma Artimanha do Futebol

Para retornar à elite do tênis mundial vale tudo. Assim é o pensamento do Equador, mandante da eliminatória contra o Brasil pelo Grupo I das Américas (a Série B regionalizada). Afastado do Grupo Mundial (a 1a divisão) desde 2010, os equatorianos escolheram a cidade de Ambato para o desafio. O detalhe é que o município fica a 2.500m acima do nível do mar.

A seleção brasileira chegou segunda-feira ao país sul-americano para ambientação. Apesar do piso ser de saibro, a bola vai mais rápido na altitude, parecendo que o jogo se desenrola no piso duro.

O Brasil convocou Bruno Soares e Marcelo Melo para as duplas no sábado, além de Thomaz Belucci e Thiago Monteiro que jogarão as simples amanhã e no domingo. Os adversários serão Emilio Gómez, Gonzalo Escobar, Ivan Endara e Roberto Quiroz.

Quem vencer este mata-mata disputará os Playoffs Mundiais que valem vaga na Série A de 2018. Mesmo fora de seus domínios, os brasileiros são os prováveis ganhadores: R$ 11,60 a cada dez se isso acontecer, contra R$ 54,10 dos tricolores.

Segundona Pede Passagem

O fim de semana do tênis é dedicado à Copa Davis. Diversos escretes nacionais entrarão em quadra por todas as divisões. Além de Brasil x Equador, a zona das Américas terá uma favorita Colômbia recebendo o Chile, em Medellín.

O Grupo Europeu assistirá a Portugal e Ucrânia em Lisboa, sendo que os ucranianos são as maiores zebras desta etapa (R$ 990 para cem). Em Minsk, Belarus deverá desclassificar a Áustria; e em Zenica, a Bósnia-Herzegovina conta sua torcida para bater os holandeses. A chave entre Eslováquia e Hungria foi antecipada e os húngaros seguirão tentando retornar ao Grupo Mundial. Essa vitória valeu R$ 752.

A Repescagem, que vale vaga na Copa Davis de 2018, conta com os eliminados das oitavas-de-final da edição deste ano. São eles: Alemanha, Argentina, Canadá, Croácia, Japão, República Checa, Rússia e Suíça.

Jogos do fim de semana na Copa Davis:

Quartas de final:

Odds em 05 de abril, segundo o Bet365

  • (R$ 2,16) Austrália x Estados Unidos (R$ 1,69)
  • (R$ 1,79) Bélgica x Itália (R$ 2,03)
  • (R$ 1,26) França x Reino Unido (R$ 3,89)
  • (R$ 1,25) Sérvia x Espanha (R$ 3,97)
Grupo I (2ª Divisão):

Odds em 05 de abril, segundo o Bet365

  • Eslováquia 1×3 Hungria (R$ 7,52)
  • (R$ 2,44) Belarus x Áustria (R$ 1,56)
  • (R$ 1,51) Bósnia-Herzegovina x Holanda (R$ 2,58)
  • (R$ 1,05) Portugal x Ucrânia (R$ 9,90)
  • (R$ 1,41) Colômbia x Chile (R$ 2,94)
  • (R$ 5,41) Equador x Brasil (R$ 1,16)
  • Cazaquistão x China*
  • Uzbequistão x Índia*
  • * Sem odds disponíveis até o momento desta publicação.
Outrights pelo Título:

Odds em 05 de abril, segundo o Bet365

  • 1o França – R$ 4,00
  • 1o Sérvia – R$ 4,00
  • 3o Espanha – R$ 6,00
  • 4o Estados Unidos – R$ 6,50
  • 5o Austrália – R$ 7,00
  • 6o Reino Unido – R$ 8,00
  • 7o Itália – R$ 12,00
  • 8 o Bélgica – R$ 17,00



Source link

Leave a Comment